25.4 C
Caçador
domingo, novembro 29, 2020

Cobra píton de 3 metros assusta moradores e é resgatada do telhado de casa em Fortaleza

- Publicidade -
- Publicidade -

Uma cobra píton birmanesa, nativa do sudeste e sudoeste asiático, foi apreendida pelos bombeiros no telhado de uma casa em Fortaleza nesta terça-feira (11). A espécie exótica, uma das 5 maiores do mundo, só pode ser criada no Brasil com autorização do Ibama.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, há suspeita que o animal tenha fugido ou sido solto por algum criador ilegal. Apesar disso, nenhum responsável pela cobra foi encontrado pelos agentes.

Conforme os bombeiros, os agentes da 2ª Companhia do Batalhão de Busca e Salvamento (BBS) foram acionados pelos moradores da casa, localizada no Bairro Jangurussu, que ficaram assustados com o animal de coloração amarelada preso no telhado. Ninguém foi picado pelo animal.

Após o resgate, a cobra píton foi entregue ao Zoológico Sargento Prata. Por não fazer parte da fauna cearense, ela não pode ser solta na natureza.

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) foi informada sobre o caso e deve apurar o ocorrido.

Espécie exótica
Os bombeiros informaram que a espécie exótica é uma cinco das maiores cobras do mundo. O animal pode atingir até oito metros de comprimento.

A píton só é encontrada no Brasil quando criada em cativeiro, isso porque sua origem é asiática e só pode pertencer a alguém sob autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A espécie, que não é venenosa, também pode ser encontrada em regiões pantanosas da Europa.

Criação irregular de animais silvestres
No dia 7 de julho, um estudante de medicina veterinária, morador do Distrito Federal, foi picado por uma cobra da espécie naja, considerada uma das mais venenosas do mundo. Assim como a píton, a naja é uma espécie exótica e não pertence à fauna brasileira.

Cobra naja que picou um estudante no DF vai ganhar novo lar
Cobra naja que picou um estudante no DF vai ganhar novo lar

A cobra é considerada uma das mais venenosas do mundo e não havia soro antiofídico da espécie no Distrito Federal. O animal que picou estudante de medicina veterinária Pedro Henrique Krambeck Lehmkuhl, de 22 anos, foi transferida para o Instituto Butantan, em São Paulo.

- Publicidade -

Últimas notícias

Cerca de 40 trabalhadores em situação análoga à escravidão são resgatados em Ituporanga, com apoio da PRF

A operação que iniciou no dia 17 e terminou ontem, 26, também contou com apoio da Defensoria Pública da União e do Ministério Público...
- Publicidade -

Família de menina que foi atropelada pede ajuda da comunidade para custear cirurgia

A família da pequena Ana Carolina Ribeiro, de cinco anos, está buscando por apoio da comunidade para poder pagar pela cirurgia da criança que...

Chuva deve retornar a Santa Catarina em dezembro

O verão inicia em 21 de dezembro e traz com ele a tão esperada chuva para Santa Catarina. Essa previsão otimista para o próximo...

Com 18 anos completados em abril de 2020, vereador mais jovem de SC é de Irani

O vereador mais jovem eleito em Santa Catarina é do município de Irani. Adrian Sganzerla (PP) completou 18 anos em abril de 2020. Com 314 votos,...

Notícias relacionadas

Equatorianos batem recorde como o casal mais velho do mundo. “O segredo é amor, maturidade e respeito mútuo”

Julio Mora e Waldramina Quinteros ganharam as manchetes de vários jornais neste final de semana. Eles bateram o recorde de casal mais velho do...

Mulher fica ferida em acidente entre dois veículos, em Rio das Antas

Uma colisão envolvendo dois veículos, na tarde desta quinta-feira, 20, deixou uma pessoa ferida. O acidente ocorreu no Centro de Rio das Antas. A...

Reunidas compra máquinas para desinfecção dos ônibus, mas retomada do transporte de passageiros ainda é incerta

A empresa Reunidas adquiriu recentemente máquinas de ozônio para desinfecção dos ônibus. Além disso, foram comprados tubos de álcool em gel para disponibilizar aos...

Caminhão desgovernado invade subestação da Celesc de Capinzal

Um Ford/Cargo com placas de Itajaí invadiu a subestação da Celesc de Capinzal no final da manhã desta terça-feira (11). O acidente resultou apenas...
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui